Instrumentos Mágicos da Wicca

Os instrumentos mágicos são muito utilizados nas ritualísticas da religião Wicca, são instrumentos consagrados e que auxiliam os bruxos em seus rituais. E hoje vamos apresentar a vocês dois deles.

Wicca

O Athame – Instrumento Mágico

O Athame é um dos principais instrumentos mágicos e é uma espécie de faca de dois gumes, tradicionalmente tem um cabo preto, mas também pode ser encontrada em outras cores e é utilizado em diversas linhas de magia. É conhecido como “A verdadeira arma dos bruxos”.

Tem como função principal o direcionamento das energias e representa a força, o poder e o masculino da natureza. O athame é muitas vezes associado ao elemento fogo. Por ser uma arma, também tem o poder de banir espíritos rebeldes ou energias negativas.

Nos rituais, com este instrumento mágico, forma-se um círculo com a própria faca, que deve ser segurada com a sua mão de poder, invoca-se as entidades, os elementais etc.

Athame

Caldeirão de Bruxa – Instrumento Mágico

Além do athame, podemos considerar o caldeirão de bruxa um instrumento mágico e talvez o mais representativo para os bruxos. Pode ser de barro, ferro ou metal. Ele é também muito utilizado nas ritualísticas e tem como função representar o ventre da Deusa. Esse instrumento é muito conhecido e é utilizado para atrair ou banir desejos ou intenções que nós possamos ter. 

Caldeirão de Bruxa

Esperamos que tenham gostado.

Símbolos Wicca e Seus Significados

Símbolos Wicca e Seus Significados

A Wicca é uma religião neopagã, que foi influenciada por crenças pré-cristãs e outras práticas da Europa, como por exemplo, os celtas. Na Wicca, acredita-se em dois deuses principais, o Deus Cornífero e a Deusa Mãe. Mas hoje, a ideia é apresentar a vocês, quais são os principais símbolos presentes na religião e os seus significados.

símbolo wicca

Símbolo Wicca

Símbolo Wicca – Pentagrama:

O pentagrama é uma estrela de cinco pontas e é o símbolo Wicca mais conhecido, além de ser um dos mais antigos. Dentro da bruxaria, o pentagrama representa a união dos cinco elementos ( ar, fogo, água, terra e o éter/espírito) e é o símbolo mais importante dentro da bruxaria.  Ele é muito utilizado como amuleto de proteção, em rituais e até mesmo como decoração de ambientes. É considerado um símbolo de poder e um símbolo de sorte. Use o pentagrama e mostre que você está em equilíbrio com todas as forças da natureza, com o seu espírito e com o Universo!

Símbolo Wicca

Pentagrama

Símbolo Wicca – Triluna:

A Triluna é um símbolo Wicca, mas de origem celta, e muito presente na bruxaria. É representado por uma lua cheia ao meio, com uma lua minguante e uma crescente dos lados. E tem como significado as três faces da Deusa Mãe (a donzela, a mãe e a anciã), representa o sagrado feminino e os ciclos da vida. O símbolo é muito usado para a invocação à Grande Mãe e todas as deusas lunares.

Símbolo Wicca

Triluna

Símbolo Wicca – Triqueta:

A Triqueta também é um símbolo muito comum na Wicca, de origem celta, ela possui três elos, um ligado no outro, formando três pontas. Ela representa o infinito, a eternidade, a conexão espiritual com as divindades ou ainda, a Deusa Tríplice. Na cultura celta, onde ela surgiu, era muito usada, pois tem enorme poder de proteção!

Símbolo Wicca

Símbolo Wicca – Triqueta

 

 

Deusa Ísis – Deusa do Amor e da Magia

Deusa Ísis foi uma das principais divindades na religião do Egito Antigo. É considerada a deusa do amor, da magia, da cura e da maternidade. Por esse motivo, existiam muitos adeptos e diversos templos foram construídos em seu nome. Isso fez com que a adoração a ela ultrapassasse as fronteiras do Egito e há registros de seus cultos em diversos lugares do mundo. Ísis dominava a magia e por conta disso, enganou até mesmo o deus Rá, conseguindo extrair os segredos que regiam a vida e a morte.

Ela personifica a esposa fiel e a mãe amorosa. A deusa era casada com Osíris e juntos ajudaram a colonizar o vale o Nilo. Inclusive, a origem do casamento é atribuída a eles. Seu marido foi assassinado pelo irmão, Seth, pois queria se tornar rei. Ísis andou por todo o Egito em busca do corpo do seu marido. Após encontrar o corpo de Osíris, ela o trouxe de volta à vida e com ele teve seu filho Hórus.

deusa ísis

Deus Egípcia Ísis

Continue lendo

Egito Antigo: Cultura e Religião

O Egito Antigo se formou em torno de 3150 a.C. com a unificação do alto com o baixo Egito. Esse povo atingiu o seu auge no período entre 1550 e 1070 a.C. (Império Novo), quando Tutmés III começou a dominar uma extensa área. Após esse período, seguiram por um período de lento declínio e acabou sendo conquistado por diversos impérios antes que chegasse ao seu fim. O governo dos Faraós teve seu fim oficial em 31 a.C., quando o Egito se tornou uma província do Império Romano.

No Egito Antigo, a população conseguiu se desenvolver em diversas áreas, como por exemplo, a medicina, a matemática, na extração de minérios, entre outras habilidades. Foram eles que construíram os primeiros navios conhecidos.

Egito Antigo: Religião

Egito Antigo

Os principais deuses do Egito Antigo

Continue lendo

Ensinamentos do budismo

Um dos principais ensinamentos do budismo refere-se a “lei de causa e efeito”, mas de uma maneira um pouco diferente da que conhecemos.

No budismo, cada indivíduo é responsável por seu próprio destino ao mesmo tempo tem a oportunidade de mudá-lo para melhor e desenvolver novas habilidades.

Isto é, mesmo que você não tenha a mesma oportunidade que outras pessoas, você pode criar uma nova causa (ou oportunidades) e mudar o seu futuro (o efeito).

A ideia é que criemos consciência do nosso potencial e fraqueza. Com isso, podemos desenvolver nossos pontos fortes e melhorar nossos pontos fracos, criando uma nova condição de causa e efeito em nosso benefício.

Continue lendo

Qual a origem do budismo?

A origem do budismo se inicia há uns 4 ou 5 séculos a.C., na Índia, com o nascimento de Siddhartha Gautama. Ele é considerado um dos avatares de Vishnu, um dos deuses da tríade do Hinduísmo.

Siddharta Gautama cresceu em uma vida com muitas regalias, com artistas, dançarinos, que o serviam o tempo todo, para que ele não precisasse deixar as dependências do palácio. Mesmo com tantas mordomias, isso não foi suficiente, pois ele sofria de uma profunda angústia espiritual.

Ao presenciar os sofrimentos inevitáveis da vida, ele começa a refletir muito sobre as questões do nascimento, envelhecimento, doença e morte. Estes são classificados pelo budismo como “Os quatro sofrimentos”.

Por ter um coração sensível, essas questões o atormentavam e acabava com qualquer alegria que ele pudesse ter. Ele conseguia sentir o preconceito e arrogância que fazia com que as pessoas pensassem somente nelas. Sendo assim, ele percebeu que só seria feliz se conseguisse resolver essas questões.

Continue lendo

O que é antropogênese?

Antropogênese. Você já ouviu esta palavra? Já parou para pensar como surgiu o homem? Até o momento, nenhuma teoria é tida como definitiva, de acordo com cada crença, existe uma explicação.

Primeiro vamos analisar a palavra. Se dividirmos, temos antro, que significa homem e gênese, que significa criação. Sendo assim, antropogênese é a tentativa de explicar o surgimento e a evolução da humanidade.

Existem algumas tentativas de explicar o surgimento do homem. No contexto científico, com a teoria da evolução, criada por Charles Darwin. Na teoria, ele afirma que as espécies atuais descendem de outras espécies que sofreram modificações ao longo do tempo e transmitiram novas características aos seus descendentes. Por parte das religiões, como por exemplo, a criação de Adão, citada no livro de Gênesis e também na mitologia grega, quando Epimeteu cria homens de barro e o seu irmão, Prometeu, deu vida a eles.

Continue lendo

A história de Krishna

A história de Krishna parte do nascimento do deus indiano. Ela conta com algumas versões e contaremos uma delas.

A história de Krishna

Krishna

Na região onde Krishna nasceu, existia um rei que se chamava Kansa. Ele ficou sabendo de uma profecia que nasceria um grande rei. Sabendo disso, ele promoveu uma chacina, mandando matar todas as crianças com menos de 2 anos. Essa profecia dizia que o oitavo filho de um casal seria este grande rei.

Sabendo dessa informação, o rei Kansa mandou prender o casal e cada filho que nascia da união, ele mandava matar. Inclusive, ele tentou mandar matar os pais, mas não conseguiu. Até a sétima criança, ele conseguiu que fosse assassinada. A oitava foi Krishna.

Quando a criança nasceu, as paredes da prisão caíram e apareceu um casal que decidiu adotar o bebê, para que Kansa não conseguisse matá-lo. Esta família o criou e de fato, quando Krishna cresceu, tornou-se um grande rei.

Continue lendo

A história de Lord Ganesha

A história de Lord Ganesha

Para iniciarmos a história de Lord Ganesha, , precisamos saber que Shiva era casado com Parvati. Uma das lendas diz que um dia, Shiva resolveu sair para um retiro. Com medo de ficar sozinha, a deusa Parvati decidiu dar à luz. Passado algum tempo, a deusa do amor foi banhar-se e pediu para que seu filho vigiasse a porta e não deixasse ninguém entrar.

Nesse dia, Shiva resolveu voltar para casa. Ao deparar-se com o rapaz na porta, ele foi impedido de entrar. Com o ocorrido, o deus da destruição, como é conhecido Shiva, nada paciente, resolveu tirar o garoto do caminho e arrancou sua cabeça.

Continue lendo

SHIVA – Deus da destruição

Deus da destruição

Shiva

Shiva é conhecido como o deus da destruição ou transformação. Ele é representado pelo saturno na astrologia e considerado o criador da Yoga (Ioga). É figurado por um homem, sentado na posição de lótus, com quatro braços. Dois estão colocados na perna, a mão direita está espalmada, na altura do peito, simbolizando a bênção e na outra mão, segura um tridente ou Trishula.

O tridente é considerado uma arma. Ou seja, com este objeto, ele destrói a ignorância dos seres humanos. Cada uma das pontas representam os três papéis diferentes: a inércia, o movimento e o equilíbrio. O Trishula é considerado uma arma sagrada e sempre deveríamos lembrar que carregar conosco. Na yoga, os dedos em forma de três podem representar esse símbolo.

Continue lendo