Arquivo da categoria: Wicca

Wicca: os mitos e as verdades

A religião Wicca é considerada uma das religiões mais antigas do mundo, ela foi influenciada por crenças pré-cristãs e da Europa ocidental, mas foi reconhecida somente em 1986. Alguns mitos foram criados sobre a religião e este artigo tem a intenção de desmistifica-los.

wicca

Mitos sobre a Wicca

Wiccanos não acreditam em Deus

Os wiccanos de fato não acreditam no mesmo deus do cristianismo, são poleteístas, ou seja, acreditam em mais de um deus, a Deusa, que representa a Terra e a Lua e o Deus Cornífero, representação do Sol e dos animais.

Adoram o Diabo

Para ficar claro, os praticantes da Wicca não são satanistas, eles são bruxos. Além disso, o diabo é uma figura cristã, nesse caso, seria impossível eles adorarem uma figura que para eles não existe.

Possuem uma Bíblia Negra

Assim como foi citado item anterior, a Bíblia é cristã, então eles não possuem uma bíblia negra, mas eles usam o livro das sombras ou o livro de feitiços para escreverem seus aprendizados e sobre eles mesmos, como um diário.

Nos rituais praticam orgia

Não há nenhum tipo de relação sexual durante os rituais. Eles somente respeitam a diversidade sexual e durante os rituais, alguns praticantes querem sentir a energia das duas deidades (um homem e uma mulher), sem preconceitos ou julgamentos.

Wicca não é uma religião

A Wicca foi reconhecida como religião em 1986.

A Wicca pratica o mal e faz sacrifício de animais

Os wiccanos acreditam na Lei Tríplice, ou seja, eles acreditam que a lei entra em ação como resposta a qualquer atitude, sendo assim, eles não praticam o mal, nem faz sacrifício de animais.

“Tudo o que fizeres voltará em triplo para ti”

Entenda um pouco mais da religião Wicca

Elementos da Wicca

A Wicca é uma religião baseada nos ciclos naturais da Terra e entende cada elemento (terra, ar, água, fogo e éter) como a essência básica do universo.

Sabás

Os Sabás ou Sabbats, são celebrações pré-cristãs que comemoram a passagem do ano. Dentro destas celebrações estão as passagens de estações do ano, época de colheita e lactação dos animais.

Estas celebrações também são conhecidas como Roda do Ano. E são comemoradas de formas e em datas diferentes pelo mundo, dependendo da região e cultura.

Dentro da Roda do Ano existem os sabás maiores (chamados celebrações do céu) e os sabás menores (celebrações da terra). Os sabbats maiores são: Samhain (Halloween), Imbolc (ou Candlemas), Beltane, e Lammas (ou Lughnassad). Os sabás menores são as passagens das estações do ano, que são chamadas: Yule (Solstício de Inverno), Ostara (Equinócio de Primavera), Litha (Solstício de Verão), e Mabon (Equinócio de Outono).

Os sabás são comemorados em datas diferentes em cada hemisfério, por conta da diferença das estações do ano.

Pentagrama

O pentagrama representa os 5 elementos – o corpo: 4 membros e a cabeça. Os 5 estágios da vida: nascimento, infância, maturidade, velhice e morte. Os 5 sentidos interiores e exteriores. O amuleto é usado para o reconhecimento dos bruxos e a adoração aos deuses, assim como a cruz para os cristãos.

As pontas são representações dos elementos: Espírito, Terra, Ar, Fogo e Água.

 

 

A Wicca e o Dia das Bruxas – Samhain

Você sabe o que é o Sabbat Samhain?

Samhain ou Halloween representa a morte ou o fim. Mas consequentemente, representa o recomeço/o renascimento. É comemorado o início de um novo ano no calendário pagão. Acredita-se que durante esse período, o véu entre o nosso mundo e o mundo dos mortos está mais frágil, possibilitando a comunicação entre os dois mundos. No hemisfério norte ele é comemorado no dia 31 de Outubro, já no hemisfério sul, ele é comemorado no dia 30 de Abril.

samhain

Halloween

Após a cristianização de diversos povos pagãos, houve uma tentativa por parte da religião cristã de apagar todos os costumes e celebrações desses povos. O Halloween ou Dia das Bruxas é uma verão moderna do Samhain, um dos poucos costumes que conseguiu sobreviver.

A própria abóbora, muito utilizada na festa do Dia das Bruxas, inicialmente era usada para afastar espíritos não desejados durante a comunicação com os mortos ou mesmo iluminar a passagem desses espíritos esperados.

A ideia é que durante a festa de Halloween, possamos entrar em sintonia com os que já partiram e enviar-lhes mensagens de amor e harmonia.

Como celebrar o Samhain?

Como já falamos, o Samhain é uma data que representa o fim de um ciclo e o início de outro. Ou seja, um momento que devemos agradecer tudo o que passou, por tudo que se tem e planejar o que estar por vir.

Existem várias formas de celebrar o Samhain, vamos citar algumas:

  • decorar sua casa com abóboras, morcegos e velas;
  • acender uma única vela branca em homenagem aos antepassados ou alguém em específico que deixou nosso plano físico;
  • acender uma vela laranja ou amarela para atrair prosperidade;
  • levar oferendas à natureza e ofertar aos ancestrais, ou fazer em seu jardim, altar, etc.
  • queimar pedidos para o novo ano no seu caldeirão ou na chama de uma vela.

Você pode escolher várias formas de comemorar essa data tão especial!

Esperamos que tenham gostado e Feliz Dia das Bruxas.

Instrumentos Mágicos da Wicca

Os instrumentos mágicos são muito utilizados nas ritualísticas da religião Wicca, são instrumentos consagrados e que auxiliam os bruxos em seus rituais. E hoje vamos apresentar a vocês dois deles.

Wicca

O Athame – Instrumento Mágico

O Athame é um dos principais instrumentos mágicos e é uma espécie de faca de dois gumes, tradicionalmente tem um cabo preto, mas também pode ser encontrada em outras cores e é utilizado em diversas linhas de magia. É conhecido como “A verdadeira arma dos bruxos”.

Tem como função principal o direcionamento das energias e representa a força, o poder e o masculino da natureza. O athame é muitas vezes associado ao elemento fogo. Por ser uma arma, também tem o poder de banir espíritos rebeldes ou energias negativas.

Nos rituais, com este instrumento mágico, forma-se um círculo com a própria faca, que deve ser segurada com a sua mão de poder, invoca-se as entidades, os elementais etc.

Athame

Caldeirão de Bruxa – Instrumento Mágico

Além do athame, podemos considerar o caldeirão de bruxa um instrumento mágico e talvez o mais representativo para os bruxos. Pode ser de barro, ferro ou metal. Ele é também muito utilizado nas ritualísticas e tem como função representar o ventre da Deusa. Esse instrumento é muito conhecido e é utilizado para atrair ou banir desejos ou intenções que nós possamos ter. 

Caldeirão de Bruxa

Esperamos que tenham gostado.

Símbolos Wicca e Seus Significados

Símbolos Wicca e Seus Significados

A Wicca é uma religião neopagã, que foi influenciada por crenças pré-cristãs e outras práticas da Europa, como por exemplo, os celtas. Na Wicca, acredita-se em dois deuses principais, o Deus Cornífero e a Deusa Mãe. Mas hoje, a ideia é apresentar a vocês, quais são os principais símbolos presentes na religião e os seus significados.

símbolo wicca

Símbolo Wicca

Símbolo Wicca – Pentagrama:

O pentagrama é uma estrela de cinco pontas e é o símbolo Wicca mais conhecido, além de ser um dos mais antigos. Dentro da bruxaria, o pentagrama representa a união dos cinco elementos ( ar, fogo, água, terra e o éter/espírito) e é o símbolo mais importante dentro da bruxaria.  Ele é muito utilizado como amuleto de proteção, em rituais e até mesmo como decoração de ambientes. É considerado um símbolo de poder e um símbolo de sorte. Use o pentagrama e mostre que você está em equilíbrio com todas as forças da natureza, com o seu espírito e com o Universo!

Símbolo Wicca

Pentagrama

Símbolo Wicca – Triluna:

A Triluna é um símbolo Wicca, mas de origem celta, e muito presente na bruxaria. É representado por uma lua cheia ao meio, com uma lua minguante e uma crescente dos lados. E tem como significado as três faces da Deusa Mãe (a donzela, a mãe e a anciã), representa o sagrado feminino e os ciclos da vida. O símbolo é muito usado para a invocação à Grande Mãe e todas as deusas lunares.

Símbolo Wicca

Triluna

Símbolo Wicca – Triqueta:

A Triqueta também é um símbolo muito comum na Wicca, de origem celta, ela possui três elos, um ligado no outro, formando três pontas. Ela representa o infinito, a eternidade, a conexão espiritual com as divindades ou ainda, a Deusa Tríplice. Na cultura celta, onde ela surgiu, era muito usada, pois tem enorme poder de proteção!

Símbolo Wicca

Símbolo Wicca – Triqueta