Arquivo mensais:dezembro 2018

Deusa Ísis – Deusa do Amor e da Magia

Deusa Ísis foi uma das principais divindades na religião do Egito Antigo. É considerada a deusa do amor, da magia, da cura e da maternidade. Por esse motivo, existiam muitos adeptos e diversos templos foram construídos em seu nome. Isso fez com que a adoração a ela ultrapassasse as fronteiras do Egito e há registros de seus cultos em diversos lugares do mundo. Ísis dominava a magia e por conta disso, enganou até mesmo o deus Rá, conseguindo extrair os segredos que regiam a vida e a morte.

Ela personifica a esposa fiel e a mãe amorosa. A deusa era casada com Osíris e juntos ajudaram a colonizar o vale o Nilo. Inclusive, a origem do casamento é atribuída a eles. Seu marido foi assassinado pelo irmão, Seth, pois queria se tornar rei. Ísis andou por todo o Egito em busca do corpo do seu marido. Após encontrar o corpo de Osíris, ela o trouxe de volta à vida e com ele teve seu filho Hórus.

deusa ísis

Deus Egípcia Ísis

Continue lendo

Egito Antigo: Cultura e Religião

O Egito Antigo se formou em torno de 3150 a.C. com a unificação do alto com o baixo Egito. Esse povo atingiu o seu auge no período entre 1550 e 1070 a.C. (Império Novo), quando Tutmés III começou a dominar uma extensa área. Após esse período, seguiram por um período de lento declínio e acabou sendo conquistado por diversos impérios antes que chegasse ao seu fim. O governo dos Faraós teve seu fim oficial em 31 a.C., quando o Egito se tornou uma província do Império Romano.

No Egito Antigo, a população conseguiu se desenvolver em diversas áreas, como por exemplo, a medicina, a matemática, na extração de minérios, entre outras habilidades. Foram eles que construíram os primeiros navios conhecidos.

Egito Antigo: Religião

Egito Antigo

Os principais deuses do Egito Antigo

Continue lendo

Ensinamentos do budismo

Um dos principais ensinamentos do budismo refere-se a “lei de causa e efeito”, mas de uma maneira um pouco diferente da que conhecemos.

No budismo, cada indivíduo é responsável por seu próprio destino ao mesmo tempo tem a oportunidade de mudá-lo para melhor e desenvolver novas habilidades.

Isto é, mesmo que você não tenha a mesma oportunidade que outras pessoas, você pode criar uma nova causa (ou oportunidades) e mudar o seu futuro (o efeito).

A ideia é que criemos consciência do nosso potencial e fraqueza. Com isso, podemos desenvolver nossos pontos fortes e melhorar nossos pontos fracos, criando uma nova condição de causa e efeito em nosso benefício.

Continue lendo